31.8.17


ENGANO

- Engano? Como assim engano? – ele perguntou nervoso, áspero, com raiva. Muita raiva. Muita. Muita raiva. Muita paixão. Paixão. Debilitada. Moribunda.
Ela concordou com a cabeça e nada disse. Apenas tentou sorrir. Não conseguiu.
- É isso? – ele insistiu, tentou, procurou.
Sem efeito.
Sem nenhum efeito.
Ela?
Inerte.
- Foi um engano? – ele perguntou – É isso? – repetiu.
Ela assentiu com a cabeça ruiva.
Nada mais disse.
Ele também não.

Enganos?
Acontecem.
Dores?
Ainda mais.
E nada é o que já foi um dia.
Depende dos lábios.
Depende dos lábios...

AURÉLIO
ENGANO
1 - Ato ou efeito de enganar.

2 - Artifício empregado para enganar.
3 - Ilusão.
4 - Burla, logro.
5 - Traição.
6 - Erro de quem se engana.
7 - levar ao engano:  desflorar, desvirginar.

Nenhum comentário: