10.4.17



 
E ELE? ELE NADA SABIA E MUITO MENOS SABIA O QUE DIZER...
MUITO MENOS...O QUE DIZER...
 
 
- Nada? - ela perguntou irritada - Nada? - insistiu.
- Nada - Nada a dizer? - repetiu.
Ele ficou em silêncio.
Silêncio absoluto.
Um moleque.
Um moleque.
Apenas um moleque total.
Total.
Silêncio total.
Absoluto...
Sorte, sorte dos torcedores, de todos que estavama à volta...
- Eu dizia um monte de bobagens, não? - ele tentou.
Ela meneou a cabeça e apenas concordou. Nada disse.
Nada.
Apenas meneou a cabeça.
- Nada? - ela repetiu irritada - Nada? - Nada - Nada a dizer?
Ele ficou em silêncio.
Silêncio absoluto.
Um moleque.
Um moleque.
Total.
Apenas isso...
E as imagens e mosaico e linda daquele filmea invadiam a sua mente.
Cores, formas, diálogos e tudo mais.
Tudo mais...
Tudo...
Mais...

Nenhum comentário: