27.3.17



SORTE.
Sorte?

Azar?

Ninguém sabe, ninguém nunca vai provar.

Um ajuda o outro.

O outro ajuda o um.

Mas ninguém se entende.

Ninguém se entende.

Ninguém.

E a vida segue.

Com sorte, azar ou a porra que for.

Um ajuda o outro.

Um fode o outro.

A vida é assim.

A vida é assim.

Sobrevivência.

Sobrevivência.

Nada demais.

Nada demais.

Sorte?

Ou não.

Nem tanta.

Ninguém sabe, ninguém nunca vai provar.

Nunca vai provar....

Nenhum comentário: