30.3.17




NADA. APENAS NADA. APENAS NADA. APENAS UMA MANCHA....
Nada.

Apenas nada.

Apenas isso.

Apenas nada.

Evidência?

Nenhuma.

Nenhuma.

Nenhum momento de bruxaria ou feitiço ou seja lá o que for.

Nada.

Nenhum.

Nenhuma.

Nada.

Apenas tudo.

O que quer que isso signifique.

Ou seja?

Nada...

Nada.

Apenas isso.

Apenas nada.

Evidência?

Nenhuma.

Nenhuma.

Prova?

Nenhuma.

Exceto a mancha do delicioso batom de uva no seu colarinho.

Exceto a mancha em seu roupa.

Exceto.

Exceto a mancha de batom.

Deliciosamente culpada.

Deliciosamente culpada...

E muito....

E ele?

Apenas isso.

Apenas nada.

Muito nada...

Nada.....

Nenhum comentário: