26.9.04

PEQUENO DIÁLOGO

- Você me liga? - ela perguntou.
- Para quê? - ele respondeu, direto.
Ela o observou em silêncio e murmurou, não querendo chorar - Nenhuma chance?.
Ele olhou sem qualquer sensibilidade e disse - Precisamos mesmo disto? - e entrou no elevador, sem olhar para ela.
- Eu preciso. Deus, como eu preciso - ela murmurou, agora sem se importar em chorar. Apenas sem se importar.



Nenhum comentário: