18.5.04

VOLÚPIA (AINDA EXISTE ESSA PALAVRA?)

- Você viu? - ela perguntou, apontando para o céu.
- O quê? - ele disse, curioso.
- Uma estrela cadente.
Ele procurou pelo céu, mas não viu nada.
- Já sumiu, seu bobo - ela disse.
- Fez um pedido? - ele perguntou.
Ela sorriu e lhe deu um beijo enorme, molhado, cheio de paixão e excitação e volúpia (como se ainda estivesse em uso tal palavra) - Fiz sim.
- Será que vai ser atendida? - ele provocou.
- Depende de mim - ela retrucou e sorriu e lhe deu um outro beijo enorme, ainda mais molhado, mais cheio de paixão e excitação e volúpia (como se ainda estivesse em uso tal palavra)...

Nenhum comentário: