18.12.03

TEM CERTEZA?

E ela disse, implacável - O amor não existe, seu idiota.
Ele a olhou com os olhos de uma criança. Triste. Melancólico. Desolado - Mentira. Se ele não existisse eu não estaria aqui agora, destroçado.
- Tem certeza? - ela perguntou, cruel e violentamente, virando as costas e deixando apenas lágrimas para trás.

Nenhum comentário: