13.11.03

SUAVE É A NOITE

- Sabe o que eu mais queria, nesta noite? – ela perguntou, animada, enquanto observavam o céu cheio de estrelas brilhantes.
- O quê? – ele respondeu.
- O que eu mais queria era ser uma espécie de astronauta lunática, para poder brincar de esconde-esconde nas estrelas.
Ele sorriu e disse, carinhoso – Romântica, hein? Esconde-esconde nas estrelas... nunca pensei nisso.
- Mas seria ótimo não? – ela disse sorrindo.
- Sabe o que eu mais queria, nesta noite? – ele retrucou, com receio.
- Adoraria saber – ela completou.
Ele olhou fixamente para as estrelas e nada disse.
- Então – ela insistiu.
- Nada. Não queria nada além do que já tenho.
- E posso saber o que você tem de tão importante assim?
- Você fala demais, sabia? – ele brincou, para depois beijá-la carinhosa e devastadoramente, dispensando palavras. Apenas dispensando palavras.


Nenhum comentário: