21.6.03




INVERNO? NÃO EXISTE INVERNO SEM NEVE...

E, depois da porrada violenta que a vida lhe deu na boca do estômago, bem na boca do estômago, ela resolveu dar um "foda-se". resolveu que tudo o que ela mais queria era viver. Depois de todos aqueles cansativos dezoito anos, ela queria apenas viver. E foda-se quem lutasse contra ela. Ela queria ser viva. Queria sair com os amigos, queria dançar a noite toda, queria deitar na cama e dormir, queria sorrir, queria quebrar portas com socos, queria quebrar garrafas aos cacos, queria desprezar quem a desprezava, queria beber até cair, queria fumar o que quisesse, queria olhar para quem quisesse, queria foder quem não a entendesse, queria, enfim, apenas ser feliz. Assim, de uma só vez e tão de repente. Ela queria viver a sua vida. naquela tarde chuvosa de início de inverno, no escuro do seu quarto, ela percebeu isso. Percebeu que o frio estava apenas começando...e ela iria enfrentá-lo de frente, com certeza...para o bem ou para o mal...para o bem ou para o mal...



Nenhum comentário: