19.5.03



BANG...(YOU ARE DEAD...)

Pareceu como um estampido de uma arma de fogo. Seco, curto, rápido, porém mortal e dolorido, extremamente dolorido. Ela não percebeu o que estava acontecendo, até se dar conta de que o alvo havia sido ela. Sentiu o sangue fluindo com uma velocidade extraordinária dentro das suas veias, das suas artérias, do seu corpo. Sentiu que talvez não houvesse nada mais a fazer. Nada. E ela não queria chorar. De novo não...mas talvez não houvesse outra alternativa. Ela tinha tomado toda a porrada em cheio. E ele precisou de apenas poucas palavras para matá-la de novo, para matá-la ainda mais uma vez..."Não te amo mais. Esquece. Não há como ficarmos juntos. Não há...lamento...".

...pareceu como um estampido de uma arma de fogo. E ela era o alvo...ela era o alvo...

Nenhum comentário: